19/06/2020 às 09h59min - Atualizada em 19/06/2020 às 09h59min

NASCAR: Semana cheia, ação, acidentes e a mãe-natureza mais uma vez dando as caras

Colaboração Guilherme Martins

Guilherme Martins - STH Automobilismo
 

Uma semana extremamente agitada, com cinco (CINCO!) corridas entre quarta e domingo nas 3 divisões da NASCAR. A ação começou na quarta a noite em Martinsville e acabou no domingo em Homeste

 
Mais uma semana se passou e a NASCAR continua seguindo seu calendário caótico. A entourage rumou de Atlanta para Miami com uma pequena (do tamanho de um clipe de papel) parada em Martinsville na quarta-feira passada. Além disso, antes da corrida de quarta, a NASCAR anunciou oficialmente o banimento da bandeira dos Confederados de todos os seus eventos. Desde 2015 a categoria buscava desvincular a sua imagem com a bandeira, que carrega uma conotação racista (e fazendo com que a categoria tivesse essa mancha) depois de se tornar um dos símbolos da cultura redneck e por consequência, um dos símbolos da Ku Klux Klan (organização racista) durante boa parte da sua existência. O fato vem mostrando tolerância zero com atos racistas, principalmente desde a suspensão de Kyle Larson.
 
A chuva até ameaçou, mas a corrida foi realizada sem problemas no clipe de papel. Logo no início, Austin Dillion teve problema em seu pneu traseiro direito, causando a primeira amarela do dia. A corrida seguiu até a volta 113, quando Timmy Hill teve problemas no carro e trouxe a amarela. Logano aproveitou a posição de pista ao trocar apenas 2 pneus e venceu o primeiro estágio. O segundo estágio seguiu sem bandeiras amarelas e teve como vencedor Jimmie Johnson, que assumiu a liderança no meio do mesmo. Logano recuperou a liderança no começo do último estágio, mas após um ótimo pit na última amarela do dia, Martin Truex Jr. pulou para a liderança e de lá rumou para a primeira vitória em 2020.
 
Top 10 Blue-EMU Maximum Pain Relief 500

1 – #19 Martin Truex Jr. - Toyota
2 -  #12 Ryan Blaney - Ford
3 – #2 Brad Keselowski - Ford
4 -  #22 Joey Logano – Ford
5 -  #9 Chase Elliott - Chevrolet
6 – #88 Alex Bowman - Chevrolet
7 – #21 Matt DiBenedetto - Ford
8 – #24 William Byron - Chevrolet
9 – #1 Kurt Busch - Chevrolet
10 – #48 Jimmie Johnson – Chevrolet
Já no domingo, com fãs nas arquibancadas (individuais ou grupos reduzidos a poucas pessoas) os carros estavam em Miami para a primeira corrida no oval após a mudança da pista no calendário, já que a pista encerrava a temporada das 3 divisões e acabou sendo substituída por Phoenix. Após 34 voltas, uma tempestade de raios acabou por trazer a bandeira vermelha e paralisou a corrida por pouco mais de 3 horas. Com o retorno dos carros a pista e sem mais interrupções pelos raios, Ryan Blaney assumiu a ponta até o final do primeiro estágio, onde Denny Hamlin pulou para a ponta e faturou o primeiro estágio, assim como o segundo, onde mais uma vez o piloto do #11 mostrou ser o carro a ser batido. A corrida seguiu bem agitada mesmo com poucas bandeiras amarelas, e na última rodada de pit stops em bandeira verde, Chase Elliott, após parar primeiro, assumiu a liderança e parecia que o piloto do 9 levaria mais uma corrida, até que não conseguiu negociar a ultrapassagem sobre o retardatário Joey Logano (Logano depois confessou que fez de propósito para que Elliott não vencesse, devolvendo as gentilezas de Bristol) e Hamlin o ultrapassou, e rumou para a vitória. Os destaques positivos foram as grandes corridas dos novatos Tyler Reddick (quarto) e Christopher Bell (oitavo) mostrando que a disputa do prêmio de novato do ano está mais acirrada do que nunca.
 

Ao menos arrumou uma mascara decente.


Top 10 Dixie Vodka 400

1 – #11 Denny Hamlin - Toyota
2 -  #9 Chase Elliott - Chevrolet
3 – #12 Ryan Blaney - Ford
4 -  #8 Tyler Reddick - Chevrolet
5 -  #10 Aric Almirola - Ford
6 – #18 Kyle Busch - Toyota
7 – #3 Austin Dillon - Chevrolet
8 – #95 Christopher Bell - Toyota
9 – #24 William Byron - Chevrolet
10 – #2 Brad Keselowski – Ford
 
Na Xfinity, além da rodada dupla (sábado e domingo) o que ficou marcado foi o retorno as pistas do mais novo membro do Hall da Fama da NASCAR Dale Earnhardt Jr., correndo com o número #8. Dale não corrida desde a corrida de Darlington no ano passado. Antes da largada, Chase Briscoe, que era o pole precisou ir para os pits para arrumar o carro e, acabou por perder uma volta. Após a bandeira amarela de competição, Noah Gragson assumiu a liderança mas perdeu para Ryan Sieg 3 voltas depois. Sieg, com pneus novos, faturou o primeiro estágio. Gragson retomou a liderança no início do segundo estágio até a rodada de pits em bandeira amarela, causada pelo incidente de Brett Moffitt e Vinnie Miller, quando Cindric assumiu a ponta, mas perdeu voltas depois para o próprio Gragson, que venceu o segundo estágio. Dale Jr. largou na frente no último estágio, mas logo deixou a liderança para Cindric, que após trocas de posições com Chastain, manteve a ponta até Gragson retomar a ponta e disparar na ponta, parecendo encaminhar para uma vitória fácil, até que Ryan Sieg rodou e levou a corrida para a prorrogação. Com os últimos pits, Gragson saiu na frente, mas após uma relargada caótica, Harrison Burton fez as duas melhores voltas da carreira e venceu a primeira corrida do Doubleheader em Homestead. Destaque ficou para a ótima corrida de recuperação de Chase Briscoe, que perdeu 4 voltas no início da corrida e terminou em um ótimo sétimo lugar.
 

Não importa como, o que importa é a vitória
 
Top 10 Hooters 250
 
1 – #20 Harrison Burton - Toyota
2 -  #22 Austin Cindric - Ford
3 – #9 Noah Gragson - Chevrolet
4 -  #21 Anthony Alfredo - Chevrolet
5 -  #8 Dale Earnhardt Jr. Chevrolet
6 – #1 Michael Annett - Chevrolet
7 – #98 Chase Briscoe - Ford
8 – #19 Brandon Jones - Toyota
9 – #10 Ross Chastain - Chevrolet
10 – #18 Riley Herbst – Toyota
 
No domingo, a corrida do Dash4Cash começou com Myatt Snider na pole, mas na segunda volta, Ross Chastain assumiu a liderança, que a manteve até a volta 9, onde Briscoe assumiu a frente do pelotão, liderança que durou uma volta, onde Cindric foi para a ponta e a manteve até o final do estágio, onde Ryan Sieg de pneus novos não entrou na rodada de paradas e levou o primeiro estágio pela segunda corrida seguida. Liderança que durou pouco, já que Chastain retomou a liderança após os pits. Noah Gragson, que até então estava quieto na corrida, mostrou de novo paciência e assumiu a liderança no final do segundo estágio, vencendo-o e faturando mais 10 pontos na tabela. Gragson recuperou a liderança após a última rodada de pits em bandeira verde e encaminhava para a vitória até que o caos começou no final da corrida. Cindric rodou enquanto estava em quarto e trouxe a amarela. Na primeira relargada da prorrogação, Joe Graf Jr., Riley Herbst e Michael Annett acabaram batendo e gerando outra tentativa de prorrogação. Já na segunda tentativa, Briscoe pulou na frente e rumou para uma vitória coroando um grande fim de semana do piloto do número 98. Na disputa das 100.000 doletas do Dash4Cash, AJ Allmendinger terminou em quarto e faturou a grana. Briscoe, Jones, Chastain e Allmendinger são os postulantes para o Dash4Cash na corrida em Talladega.


 
 Top 10 Contender Boats 250
 
1 – #98 Chase Briscoe - Ford
2 -  #19 Brandon Jones - Toyota
3 – #10 Ross Chastain - Chevrolet
4 -  #16 AJ Allmendinger - Chevrolet
5 -  #9 Noah Gragson - Chevrolet
6 – #11 Justin Haley - Chevrolet
7 – #93 Myatt Snider - Chevrolet
8 – #20 Harrison Burton - Toyota
9 – #18 Riley Herbst – Toyota
10 – #22 Austin Cindric – Ford
 
No sábado a noite, a Truck deu as caras em Homestead e entregou mais uma grande corrida. Austin Hill saiu na pole e mesmo com um primeiro estágio muito agitado, manteve-se na liderança até no final do mesmo, onde Ross Chastain assumiu a ponta e roubou a vitória do estágio de Hill. Já o segundo estágio ocorreu em sua totalidade em bandeira verde com Kyle Busch faturando-o. O truck 51, largou de trás, chegou a raspar no muro no começo da corrida, mas acertou o ritmo e assumiu a ponta. Busch manteve a liderança até pouco depois do meio do último estágio, onde após a última rodada de pits em bandeira verde acabou sendo interrompida com uma bandeira amarela causada por Korbin Forrister, quando Chase Elliott, pulou para a liderança e a manteve até a última amarela do dia, onde Kyle reassumiu a ponta e recebeu a quadriculada na frente.


Ele não enjoa!
 
 
Top 10 Baptist Health 200
 
1 – #51 Kyle Busch - Toyota
2 -  #26 Tyler Ankrum - Chevrolet
3 – #44 Ross Chastain - Chevrolet
4 -  #24 Chase Elliott - Chevrolet
5 -  #13 Johnny Sauter - Ford
6 – #38 Todd Gilliland - Ford
7 – #16 Austin Hill - Toyota
8 – #18 Christian Eckes - Toyota
9 – #88 Matt Crafton - Ford
10 – #45 Ty Majeski – Chevrolet

Na próxima semana, a NASCAR segue para Talladega, o Superspeedway mais rápido da NASCAR, com a Xfinity no sábado as 18:30 e a Cup no domingo as 16:00.

 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »