12/06/2020 às 07h58min - Atualizada em 12/06/2020 às 07h58min

NASCAR em Atlanta: Calor dentro e fora das pistas

Por Guilherme Martins

Guilherme Martins - STH Automobilismo
 Mais um final de semana sem chuvas e com muita ação nas três divisões da Nascar. O calor ainda foi fator, afetando o desempenho dos pilotos em corridas movimentadas.

 A
entourage da NASCAR chegou na Georgia para mais um final de semana repleto de corridas. Com as três divisões correndo, o que não faltou foi velocidade no oval de 1,5 milha. Na Cup, um dos destaques foi o calor extremo durante a prova, fazendo com que os pilotos no pós-corrida chegassem a passar mal, como Bubba Wallace e Josh Bilicki. Outro destaque, esse com maior importância no cenário mundial foram os protestos de Bubba Wallace e membros de sua equipe, a Petty Motorsports, usando camisetas pretas com a frase Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) além de membros da categoria e de outras equipes se ajoelhando durante o hino nacional (gesto marcado por Colin Kaepernick enquanto o mesmo jogava na NFL).
 
Antes mesmo da largada, a corrida da Cup foi marcada, além das já citadas manifestações, com uma mensagem muito forte e, acima de tudo, consciente do presidente da NASCAR, Steve Phelps. A mensagem falava sobre como o país estava sofrendo e que as pessoas queriam que sua voz fossem ouvidas, além do fator que, não só os pilotos, mas o país como um todo tem que melhorar, pedindo mudanças.
Com a bandeira verde flamulando, a corrida começou com Chase Elliott, liderando até a primeira amarela do dia (Amarela de Competição) na volta 26.  O primeiro incidente, que não trouxe a bandeira amarela foi com William Byron, no #24, que acabou acertando o muro e danificando seu carro. Além do dano considerável, o 24 foi punido por excesso de velocidade quando parou para arrumar o carro. A corrida seguiu sem amarelas até a volta 96, quando John Hunter Nemechek rodou. Após os pits, Martin Truex Jr. saiu na frente e venceu o primeiro estágio. Logo no início do segundo estágio, Clint Bowyer assumiu a liderança e assim seguiu até o final do segundo estágio, quando mais uma amarela, dessa vez causada por Michael McDowell, levou os pilotos para os pits. Kyle Busch saiu na frente mas na relargada perdeu a liderança para seu companheiro de Joe Gibbs Truex Jr. que mais uma vez estava no lugar certo, na hora certa e faturou também o segundo estágio.
Na relargada do último estágio, Kevin Harvick pulou para a liderança e por lá ficou até receber a quadriculada na frente. Foi a segunda vitória do #4 na temporada e a segunda após a volta da categoria após a pausa causada pelo Covid-19. Na victory lap, uma homenagem de Harvick para Dale Earnhardt. O piloto do #4 substituiu Dale na Richard Childress em 2001 após a morte trágica do Intimidador. Ao relembrar desse fato, Harvick fez a mesma comemoração de 2001, ao fazer o número 3 para fora da janela.


 
For Dale!


 
Top 10 Folds of Honor QuickTrip 500

1 – #4 Kevin Harvick - Ford
2 -  #18 Kyle Busch - Toyota
3 – #19 Martin Truex Jr. - Toyota
4 -  #12 Ryan Blaney - Ford
5 -  #11 Denny Hamlin – Toyota
6 – #1 Kurt Busch - Chevrolet
7 – #48 Jimmie Johnson - Chevrolet
8 – #9 Chase Elliott - Chevrolet
9 – #2 Brad Keselowski - Ford
10 – #22 Joey Logano – Ford
 
A Xfinity no sábado prometia muita ação, potencializada pela disputa do Dash 4 Cash, onde os 4 melhores pilotos regulares da categoria na corrida em Bristol disputariam 100,000 doletas. O pole Noah Gragson, que era um dos postulantes ao D4C, liderou poucas voltas no início, com Austin Cindric pulando para a ponta já na volta 6. Enquanto isso, Ryan Sieg, no carro #39 sofreu danos consideráveis no motor, abreviando a corrida do mesmo. Na volta 18, Tommy Joe Martins rodou, causando a primeira amarela do dia e alguns pilotos, incluindo o líder Cindric, pararam para trocar 4 pneus. Com isso, Justin Haley assumiu a liderança e assim como Gragson durou poucas voltas, já que Cindric voltou a frente e venceu o primeiro estágio e também o segundo estágio, colocando-se como favorito para a vitória. O caos pela vitória começou na penúltima amarela, após Josh Williams rodar. Noah Gragson foi punido por percorrer muitos boxes na rodada de pits. A lista de punidos aumentou na última amarela do dia quando três dos favoritos (Austin Cindric, Justin Allgaier, Chase Briscoe) foram punidos por excesso de velocidade nos pits, abrindo o caminho para a vitória surpreendente de AJ Allmendinger, sendo assim a primeira vitória de Allmendinger em ovais. Ele que é mais conhecido por ser um especialista em misto (chamado de Road Course Ringer).


YOU LIKE THAT”?


Top 10 Echopark 250
 
1 – #16 AJ Allmendinger – Chevrolet
2 -  #9 Noah Gragson - Chevrolet
3 – #11 Justin Haley - Chevrolet
4 -  #8 Daniel Hemric - Chevrolet
5 -  #20 Harrison Burton - Toyota
6 – #7 Justin Allgaier - Chevrolet
7 – #10 Ross Chastain - Chevrolet
8 – #19 Brandon Jones - Toyota
9 – #98 Chase Briscoe - Ford
10 – #21 Anthony Alfredo - Chevrolet
As atividades do sábado começaram em grande estilo com a Truck Series e mais uma vez com o grid cheio (40 trucks). Com um grid tão recheado, o que se esperava eram os os mais veteranos prevalecerem aos mais novatos, já que catorze pilotos estavam correndo pela primeira vez em Atlanta e foi o que aconteceu durante os primeiros estágios, com “Rowdy” Busch, vencendo os dois primeiros estágios. O mesmo teve sua corrida afetada quando bateu no muro após tentar ultrapassar de Jordan Anderson e acabou sendo punido por excesso de velocidade nos pits quando entrou para consertar seu truck. Enquanto isso, o piloto da casa Austin Hill, no #16, rumava para a vitória após andar a corrida toda no top 5, até que seu conterrâneo da Georgia, Chase Elliott, rodou na saída da curva 2 e causou a última amarela do dia. Na prorrogação, Grant Enfinger saltou na frente e recebeu a bandeira quadriculada na frente. Com a vitória, Enfinger volta a brigar pela ponta do campeonato, já que o mesmo também foi o vencedor da temporada regular ano passado



A última volta é a que importa.
 
Top 10 Vet Tix Camping World 200

1 – #98 Grant Enfinger - Ford
2 -  #16 Austin Hill - Toyota
3 – #18 Christian Eckes - Toyota
4 -  #38 Todd Gilliland - Ford
5 -  #21 Zane Smith - Chevrolet
6 – #42 Ross Chastain - Chevrolet
7 – #19 Derek Kraus - Toyota
8 – #23 Brett Moffitt - Chevrolet
9 – #99 Ben Rhodes - Ford
10 – #52 Stewart Friesen – Toyota
 
Seguindo o calendário bagunçado, a NASCAR volta as atividades nessa quarta-feira com a corrida noturna em Martinsville da Cup as 20:00 (horário de Brasilia) e domingo em Homestead as 16:30. Já a Xfinity e a Truck voltam no sábado em Homestead, respectivamente as 16:30 e 20:30, ambas no horário de Brasilia
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »