06/06/2022 às 15h53min - Atualizada em 06/06/2022 às 16h35min

Semana do Meio Ambiente: novos padrões da legislação contribuem para melhorar a qualidade do ar

Nova fase do Proconve está em vigor desde janeiro de 2022

SALA DA NOTÍCIA Comunicação BASF
https://www.basf.com/br/pt/who-we-are/sustainability/sustentabilidade-na-america-do-sul/sustentabilidade-na-pratica/case-msu-catalisador-2019.html
Unsplash
Criado em 1986 com o objetivo de reduzir a poluição do ar por veículos automotivos, o Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve) entrou em uma nova fase ainda mais restritiva, com limites menores de emissões em 1º de janeiro deste ano e deve contribuir ainda mais para reduzir a emissão de poluentes, alguns deles em até 40%.
As diretrizes estabelecidas passaram a exigir redução dos níveis de gases do escapamento, como os hidrocarbonetos (NMOG) e óxidos de nitrogênio (NOx) e as emissões evaporativas, entre outras medidas técnicas que contribuem, não só para a qualidade do ar nos grandes centros urbanos, como também para o desenvolvimento tecnológico da indústria automotiva brasileira.
Os catalisadores, por exemplo, passam a ter o dobro da vida útil, de 80 mil para 160 mil quilômetros. “Trouxemos para o Brasil novas tecnologias para garantir maior durabilidade dos catalisadores, que alcançam a capacidade de reduzir quase 100% dos poluentes”, explica gerente de desenvolvimento técnico de Catalisadores da BASF, Vladimir Ferrari. “O catalisador não requer cuidado especial e sua eficiência depende principalmente da boa manutenção do veículo e da qualidade do combustível utilizado”.
O dispositivo que faz parte do sistema de escapamento dos veículos, é uma peça cerâmica revestida por componentes que atuam na reação química dos hidrocarbonetos (HC), dos monóxidos de carbono (CO) e dos óxidos de nitrogênio (NOx), gases produzidos pelos motores a combustão movidos a gasolina e/ou etanol, convertendo-os em gases não nocivos. Combustíveis adulterados, por exemplo, podem prejudicar esse revestimento. O desenvolvimento dos catalisadores TWC rendeu a Medalha de Honra da ONU pela Invenção Tecnológica da Década de 1980 para a BASF.
O Proconve define diretrizes até 2032 para veículos leves (L), englobando automóveis de passageiros e veículos leves comerciais, e para veículos pesados (P), que abrangem caminhões e ônibus. Para esta última categoria, além dos gases, há importantes critérios relacionados à emissão de material particulado. “O próximo passo, P8, é equivalente da Euro 6, norma regulatória Europeia, e vai garantir melhorias excelentes nas emissões dos caminhões”, considera Ferrari.
Desde a inauguração no ano 2000, a fábrica de catalisadores da BASF em Indaiatuba, interior de São Paulo, já produziu mais de 20 milhões de dispositivos, que contribuíram para eliminar cerca de 38 milhões de toneladas de poluentes das emissões de automóveis, caminhões e motocicletas do Brasil e países vizinhos.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »