06/04/2022 às 10h20min - Atualizada em 06/04/2022 às 23h15min

5 formas para comprar um carro

Conheça as principais formas e condições de pagamento para adquirir um automóvel

SALA DA NOTÍCIA Redação
Freepik

São Paulo, abril de 2022 - Comprar o primeiro automóvel ou trocar por um modelo mais novo é o sonho de muitos brasileiros. Mesmo diante de um cenário com alta da inflação e da taxa de juros, o setor se mantém otimista e apresenta uma leve recuperação. Segundo dados da Fenabrave (Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores), o mês de fevereiro apresentou um crescimento de mais de 3% em relação a janeiro deste ano no número de emplacamentos de automóveis. Comparado com o primeiro bimestre de 2021, o setor teve uma queda de 13%. De acordo com a instituição, a redução no IPI pode ajudar a estimular o consumo nos próximos meses. 

Vale ressaltar que, hoje em dia, o mercado oferece diferentes opções de pagamento para quem deseja adquirir um veículo, e cada formato de compra apresenta alternativas que podem ser a melhor solução de acordo com a necessidade e situação financeira de cada consumidor. Segundo Luís Toscano, vice-presidente de negócios da Embracon, uma das principais administradoras de consórcios do país, antes de escolher uma modalidade de compra, é importante entender as características de cada uma delas. “Diante das possibilidades, o cliente precisa avaliar quais são suas condições financeiras e escolher a forma de pagamento que cabe no bolso. O perfil de cada cliente é o que mais interfere na decisão de compra e no tempo que ele está disposto a esperar para adquirir o automóvel”, explica. 
 

Confira abaixo cinco forma para comprar um carro: 
 

1- Pagamento à vista

Comprar um veículo com pagamento à vista é a forma mais econômica, já que não há cobrança de juros. Além disso,  possibilita mais vantagens, pois com o dinheiro em mãos, o cliente pode ter mais poder de negociação com a concessionária. Nestes casos, os benefícios podem ser IPVA pagos, documentação e transferência por conta da concessionária. 

Para quem deseja trocar de automóvel, a dica é escolher um modelo e oferecer o carro antigo como parte do pagamento e quitar o restante do valor à vista. 

 

2 - Financiamento 

O financiamento é a opção mais utilizada. O financiamento é um sistema de crédito disponibilizado pelos bancos, que permite que a compra de um bem seja parcelada. O serviço é aprovado diante de uma análise de crédito conforme o perfil do cliente. O valor do financiamento, taxas e período para quitar a dívida são determinados pelo banco e variam de acordo com a negociação feita com a instituição bancária. O financiamento permite que a pessoa adquira o automóvel assim que o contrato é assinado.
 

3 - Consórcio

O consórcio é uma espécie de autofinanciamento. A pessoa determina o valor do bem e quantas mensalidades deseja pagar, de acordo com as possibilidades oferecidas pela administradora, que é responsável por fazer a gestão do grupo de pessoas participantes e dos recursos. A contemplação pode acontecer de duas formas: por sorteios mensais onde todos do grupo têm as mesmas chances, ou por meio de uma oferta de lance, que é um valor a mais que cada consorciado pode oferecer. Ao ser contemplado, o consorciado passa por uma análise de crédito e, se for aprovado, pode utilizar a carta de compra para negociar o veículo com o proprietário ou com a concessionária.
 

“A aquisição de um consórcio é uma ótima opção para quem deseja fazer a compra a médio ou longo prazo, ideal para quem deseja comprar o primeiro automóvel ou que está planejando a troca do carro para os próximos anos", explica Toscano. 

 

4 - Leasing 

O leasing é uma modalidade que se assemelha a um aluguel, pois o carro permanece no nome da instituição financeira que cede o crédito e as parcelas são pagas mensalmente pelo cliente. Após o fim do contrato, é possível escolher pela aquisição do veículo ou pela devolução para a empresa. 

Nesse modelo de pagamento, os juros são mais altos que no financiamento, porém o cliente é isento de IOF. Uma dica importante é ficar atento às taxas pós-fixadas, já que no contrato elas tendem a sofrer oscilações dependendo da variação do câmbio. 

 

5 - Crédito Direto ao Consumidor (CDC)

Essa é uma modalidade de compra no qual o cliente realiza um empréstimo direto com o próprio banco. Nesse modelo de pagamento, o banco tem o veículo como garantia de pagamento do valor emprestado. A vantagem é que o consumidor pode conseguir taxas de juros mais atrativas diante do seu perfil de relacionamento com o banco.

 

Sobre a Embracon

Há mais de 30 anos no mercado de consórcios, a Embracon é uma das maiores e mais conceituadas empresas especializadas em consórcio de automóveis, motos, imóveis e serviços, e já entregou mais de meio milhão de bens. A filosofia de trabalho se baseia em conhecer e atender às necessidades dos clientes que encontram na instituição solidez, credibilidade, inovação e uma vasta gama de produtos. Atualmente, a empresa possui mais de 160 mil clientes ativos, mais de 400 parceiros em território nacional, cerca de 100 filiais no país e 2,9 mil funcionários. A Embracon é autorizada e fiscalizada pelo Banco Central do Brasil e associada à ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »