10/06/2021 às 18h19min - Atualizada em 11/06/2021 às 00h00min

4 dicas para iniciar uma estratégia de fidelização e engajamento de clientes

Getmore aponta principais pilares para estratégias de loyalty

SALA DA NOTÍCIA Carolina Tiago
Com o crescimento exponencial das compras online e uma quantidade cada vez maior de players nos mais diversos mercados, fidelizar o cliente deixou de ser apenas uma estratégia de marketing para se tornar uma estratégia de sustentabilidade dos negócios.

Para apoiar as empresas que estão começando nesta jornada, Edgar Scherer, CEO da Getmore, plataforma de serviços de fidelização, lista quatro dicas para criar uma estratégia de loyalty efetiva e que gere resultados mais rapidamente:

1 – Conheça o seu público
Pode soar como um clichê, afinal as empresas em geral conhecem pelo menos o perfil socioeconômico de seus clientes. Mas e a forma como eles consomem conteúdo? Stories, Reels, lives ou newsletters? Qual o perfil de compras? São pessoas que gastam valores mais baixos, mas realizam compras com frequência, ou que fecham carrinhos mais caros, mas demoram para voltar a comprar?

É preciso entender como o cliente se comporta para poder oferecer sugestões e soluções em sintonia com o que ele busca. Muito além de gênero, classe social ou poder aquisitivo, é necessário conhecer a jornada de compra. O que faz o cliente abandonar o carrinho? Até que ponto um cupom de desconto estimula a compra? Será que um programa de pontuação não seria mais interessante? E cashback? Este conhecimento é a chave para uma estratégia de fidelização de sucesso.

2 – Observe o mercado de forma estratégica
Toda Blockbuster tem a sua Netflix. Ou, em outras palavras, há sempre alguém que não parece, mas pode se tornar o seu maior concorrente. Com a digitalização e a globalização, está muito mais acessível atuar em diferentes mercados, expandir portfólios e criar novas frentes de trabalho.

Em uma estratégia de fidelização, isso significa antecipar as necessidades do seu cliente – e daqueles em potencial – e oferecer soluções que facilitem a vida do consumidor. Quanto mais negócios ele puder fazer com você, maior a chance de retenção desse cliente.

3 – Aceite, você precisa ser omnichannel!
Os clientes querem praticidade, qualidade, personalização e agilidade. No mundo de hoje, quem se concentra em apenas uma forma de operação infelizmente está fadado ao fracasso. Você não precisa criar sua própria conta digital, com cartão de crédito e cashback na fatura para estar presente na vida do seu cliente da maneira mais completa possível. Ser omnichannel, ou multicanal, é olhar estrategicamente para as opções do mercado, com base no perfil do seu público e escolher o que faz sentido para o seu negócio. Pode ser a opção de compra via whatsapp ou Instagram e entrega por delivery, pode ser um programa de pontuação, por meio de um aplicativo, a entrada em um marketplace ou outras tantas soluções. O importante é ser estratégico e estar disposto a se arriscar em águas desconhecidas para fidelizar e engajar os clientes.

4 – Encontre o parceiro certo
A transformação, seja do negócio, mercado ou perfil do cliente, é contínua, mas isso não significa que precisamos reinventar a roda. Nesta hora, você é o cliente e precisa encontrar um parceiro que faça por você aquilo que você busca fazer para o seu público: serviços seguros, personalizados, de alta qualidade e rápida implementação.
Busque uma empresa que agregue valor ao seu negócio, com parceiros já consolidados, cases de sucesso e profissionais especializados. Esta é  a melhor maneira de assegurar a efetividade do projeto, atrair novos clientes e reter aqueles que já são fiéis à sua marca.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »