03/02/2020 às 17h49min - Atualizada em 03/02/2020 às 19h21min

Setor de alimentação fora do lar tem alta 4,80% na Região Metropolitana de Campinas em 2019

Crescimento regional foi superior à média nacional

DINO
Matheus Mason, presidente da Abrasel RMC


A retomada da economia em 2019 provocou reflexos positivos no setor de Alimentação Fora do Lar (AFL). No Brasil, segundo levantamento da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o crescimento foi de 2,5% na comparação com 2018. Na Região Metropolitana de Campinas (RMC) o desempenho foi ainda melhor: alta de 4,80%, de acordo com os dados da Abrasel RMC.

O faturamento dos bares, restaurantes e afins da RMC bateu em cerca de R$ 3,08 bilhões, enquanto no Brasil atingiu a marca de R$ 186,1 bilhões. Na região, o setor conta com cerca de 12 mil estabelecimentos comerciais em atividade, sendo 6.000 somente na cidade de Campinas. Na RMC, o setor de Alimentação Fora do Lar emprega cerca de 60 mil pessoas diretamente, além de outros milhares indiretamente.

De acordo com o presidente da Abrasel RMC, Matheus Mason, o crescimento verificado no ano passado é reflexo do aumento do poder de compra das famílias e da geração de empregos, que colocou mais pessoas no mercado de trabalho.

"É um sinal positivo, mas ainda está bem distante do que o setor pode crescer e recuperar as perdas dos últimos anos, provocadas pela crise", afirma. "Os empresários ainda passam por dificuldades pela queda de vendas e faturamento. Muitos bares e restaurantes da região encerraram suas atividades nos últimos meses por causa da queda de movimento com a crise dos últimos quatro anos", acrescenta.

De acordo com o presidente da Abrasel RMC, a trajetória de crescimento do ano passado deverá manter-se em 2020. O setor projeta para este ano um faturamento ainda melhor. "Um levantamento realizado junto aos nossos mais de 400 associados, indica uma expectativa de crescimento de 4%, acima dos 2,5% projetados pela Abrasel Nacional".

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »