01/03/2021 às 13h01min - Atualizada em 01/03/2021 às 14h20min

Custos de oportunidade e consequentes possíveis perdas

Análise mostra que o Sistema de Consórcios auxilia pessoas físicas e jurídicas a aproveitar oportunidades

DINO
http://www,abac.org.br


Quando se fala em custos, sempre vem à mente preços a pagar para obtenção de bens ou serviços. As ciências contábeis e administrativas são claras em definir o que são custos, despesas, gastos, investimentos e desembolsos. Sem aprofundar conceitos, destaque-se que a mensuração do valor de cada um é feita mediante algo palpável ou documental.

A assessoria econômica da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios observou a existência de mais de uma categoria de custo. Para a ciência econômica, existe um custo oculto denominado "custo de oportunidade". Trata-se daquele que significa valor ou benefício renunciado quando há opção por uma decisão em detrimento de outra. Para Luiz Antonio Barbagallo, economista da ABAC, "se por vezes é difícil aferi-lo, ao contrário dos tradicionais, os de oportunidade estão presentes diariamente nas decisões das pessoas e empresas".

Ao identificá-lo, exemplificado a partir de uma simples escolha entre fazer o trajeto de casa para o trabalho utilizando o transporte coletivo ou usando automóvel, ou em outras opções que envolvam valores mais significativos, impactantes na vida financeira, sempre haverá um custo de oportunidade embutido.

Para pessoas jurídicas, quando a decisão é investir recursos disponíveis em novos equipamentos, com vistas a ampliar a produção, abdica-se, por consequência, de rendimentos que poderiam ser auferidos em aplicações financeiras. Tais receitas seriam o custo de oportunidade. Na contrapartida, acredita-se que os resultados provenientes do mercado, ao absorver o aumento de produção, transformarão o custo em lucros maiores nos médio e longo prazos. "Portanto, não há decisão certa ou errada. Há que se considerar um cenário e os riscos a serem analisados a cada decisão", destaca Barbagallo.

O economista explica ainda que a ciência econômica existe em razão da escassez de recursos. Uma deliberação tomada em substituição à outra valida essa insuficiência. Ao privar-se do carro para ir ao trabalho, haverá economia, mas o consumidor abrirá mão do conforto. "Contudo, se a economia diária proporcionada for planejada, com vistas a um objetivo a ser alcançado, a escolha fará todo sentido", justifica.

Ao longo da vida, muitas oportunidades se apresentam para que haja uma jornada tranquila e bem-sucedida. Para cada situação, há limites para abrir mão de determinados ganhos quando se faz escolhas. O sonho de ter um carro novo ou um primeiro imóvel, ou mesmo um segundo imóvel para renda, objetivam tranquilidade futura e exigem disciplina.

Todo processo começa com uma decisão, com um primeiro passo. As características do Sistema de Consórcios contribuem tanto para o planejamento, como para disciplina financeira. "Como alguém já disse, a sorte é o encontro do preparo com a oportunidade", esclarece o economista.

Na conclusão da análise, Barbagallo enumerou várias situações em que o aparecimento de uma oportunidade não deve ser perdida, mas que o preparativo a transforme em prosperidade.

• O momento em que, na maturidade, uma pessoa, organizada financeiramente de posse de uma carta de crédito contemplada de consórcio, está pronta para adquirir um imóvel possível de se tornar a garantia de renda extra, por exemplo, para a aposentadoria;
• A idealização de um curso no exterior, que pode trazer muitos benefícios para uma carreira profissional, trata-se de outra oportunidade disponibilizada. No caso de uma empresa, o momento certo de investir econômica e planejadamente pode se originar por ocasião da adesão a um grupo de consórcio de máquinas, equipamentos ou veículos, o que poderá alavancar os negócios ou aumentar a produtividade. A redução de custos inicia-se no momento da compra dos equipamentos.
• O sonho do brasileiro em ser seu próprio patrão pode ser viabilizado pelo Consórcio. Empresas de transportes ou trabalhadores autônomos, entregas via aplicativo, food trucks, locações de máquinas, equipamentos ou veículos, pequenos negócios nos ramos de costura, produção de alimentos, comércios, são outras alternativas que se apresentam para aqueles que resolvem apostar no empreendedorismo.

"Poderia citar outras situações de como o Sistema de Consórcios tem potencial para ser útil a pessoas físicas e jurídicas objetivando uma vida financeira saudável, com desenvolvimento e expansão, e evitando que boas oportunidades se percam", finaliza Barbagallo.



Website: http://www,abac.org.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »