15/02/2021 às 16h36min - Atualizada em 15/02/2021 às 15h35min

Luz no fim do túnel

Carlos Alberto Goldani - stilohouse.com.br
Marc Márquez da Repsol Honda retornou à clínica Ruber na semana passada para fazer o check-up de 10 semanas depois de sua última (3ª) cirurgia para recuperar o braço fraturado. Os médicos que atenderam ao oito vezes campeão mundial diagnosticaram que o paciente está liberado para fazer exercícios leves para voltar a adquirir a sua forma física.

 Marc Márquez continua evoluindo para recuperar 100% de sua capacidade física depois da fratura no úmero direito que ocorreu nas últimas voltas do GP da Espanha de 2020. Vale lembrar que na ocasião o piloto alcançou uma nova marca de 67 graus de inclinação ao fazer uma corrida de recuperação e realizar 13 ultrapassagens em 17 voltas.

A Repsol Honda confirmou oficialmente, por meio de um comunicado à imprensa, que o piloto espanhol passou por uma nova revisão médica no Hospital Internacional Ruber, em Madri, onde os médicos verificaram uma consolidação do osso ferido, situação que permitirá que Marc dê mais um passo em sua reabilitação nas próximas semanas.

O texto do comunicado da Honda é o seguinte: “Na revisão realizada por Marc Marquez no Hospital Internacional Ruber 10 semanas após a cirurgia para corrigir uma pseudoartrose infectada com úmero direito, a equipe médica liderada pelos Drs. Samuel Antuña e Ignacio Roger de Oña, e composta pelos médicos Juan De Miguel, Aitor Ibarzabal e Andrea García Villanueva, encontrou uma situação clínica favorável, com sinais radiográficos em evolução e consolidação óssea. A partir de agora e nas próximas semanas, o paciente poderá avançar progressivamente no processo de recuperação funcional do braço operado”.

Marc Márquez participou na semana passada, juntamente com seu novo parceiro Pol Espargaró, em uma sessão de fotos para a apresentação do novo RC213V. O piloto mostrou otimismo e está muito esperançoso de que esteja em condições de voltar ao comando de sua Honda #93  no 1º GP do Catar 2021 (28 de março).

Stefan Bradl durante os testes da RC213V

Uma versão da RC213V 2021 participou de testes privados realizados em Jerez de la Frontera, onde Stefan Bradl coletou informações valiosas sobre modificações no chassi, balanço, escapamento e pinças de freios que foram desenvolvidas pelos engenheiros e técnicos da fábrica  no inverno, buscando obter maior potência e velocidade máxima nas retas, além de ajustar a interação com o pneu traseiro Michelin nas curvas.


Encontrem a diferença

Aos poucos o hermetismo de informações sobre a saúde do piloto espanhol está sendo quebrado, inclusive com o seu retorno às redes sociais. Dias atrás ele publicou uma foto no Instagram desafiando seus seguidores a encontrar a diferença entre o desenvolvimento muscular dos dois ombros.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »